domingo, 19 de março de 2017

Porque não devemos seguir as tradições judaicas 2

Porque não devemos seguir as tradições judaicas 2


Compilado e Adaptado por Yossef Leandro
 
Qual a origem do Judaísmo? Onde nas Escrituras vejo algo relacionados aos judeus? E quando faço essas indagações não me refiro ao termo "Judeu" que achamos aos montes nas traduções bíblicas, nessa segunda parte desse estudo que levei 4 longos anos para continuar, veremos historicamente quem são os judeus e sua origem, vamos analisar uma entrevista concedida pelo historiador Shlomo Sand em 2008 ao Jornal Israelita Haaretz.

  • Quando e como é que o povo judeu foi inventado!



O historiador Shlomo Sand afirma que a existência das diásporas do Mediterrâneo e da Europa Central é o resultado de antigas conversões ao judaísmo. Para ele, o exílio do povo judeu é um mito, nascido de uma reconstrução a posterior e sem fundamento histórico.

Shlomo Sand nasceu em 1946 em Linz (Áustria) e viveu os dois primeiros anos da sua vida em campos de refugiados judeus na Alemanha. Em 1948 os seus pais migraram para Israel, onde cresceu. Cursou História, tendo começado na Universidade de Tel-Avive e terminado na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais de Paris. Desde 1985 leciona História Contemporânea na Universidade de Tel-Avive. Publicou em francês «L'Illusion du politique.
Georges Sorel et le débat intellectuel 1900 » (La Découverte, 1984), «Georges Sorel en son temps», com J. Julliard (Seuil, 1985), «Le XXe siècle à l'écran» (Seuil, 2004) e «Les mots et la terre. Les intellectuels en Israël» (Fayard, 2006).


sexta-feira, 17 de março de 2017

Nazaré cidade que Roma Inventou


Por: Karls Eduardo.

Compilado e adaptado por: Yossef Chaim ben Ysrael


" Nenhum vestígio na historia : a isto se resume uma suposta cidade chamada Nazaré. Antropólogos, historiadores, pesquisadores , manuscritos , em lugar algum há referência que teria existido uma cidade chamada Nazaré. Mais que isto sabe-se hoje que tal cidade foi inventada em Roma com um intuito de esconder o significado do termo "nazareno", que era uma denominação para a mais famosa seita Ysraelita de todos os tempos" .

=========================
- Índice

1- Sem vestígios
2- Não desistem
3- Os Motivos
4- O que é Nazaré então?
=========================


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Por que, não devemos seguir a tradição Judaica?






Compilado e adaptado por Yossef Leandro

JEWISH - OF OR RELATING TO JEWS, / OF JUDTRADITION -A  CUSTOM, OPINION OR BELIEF HANDED DOWN TO POSTERITY ESP. ORALLY OR BY PRACTICE.Tradição - costume, opinião ou crença entregue a POSTERIDADE. Oralmente ou pela prática. JUDAISM - THE RELIGION OF THE JEWS, /  THE JEWS COLLECTIVELY.
Judaísmo - a religião dos judeus.
THE ABOVE DEFINITIONS ARE FROM THE ILLUSTRATED OXFORD DICTIONARYAs definições acima são do ILUSTRE Dicionário Oxford.

As you should know by now, the people who are known as Ashkenazi Jews are not true descendants of the ancient Israelites.  They are descendant from a people known in history as the Khazars.  (Be sure to read the Edom and Khazars page ).  The majority of Jews living in Europe, Russia, Israel and the United States are secular (don't believe in a Elohim).Como você deve saber até agora, as pessoas que são conhecidas como os judeus ashkenazim não são os verdadeiros descendentes dos antigos Yisraelitas. Eles são descendentes de um povo conhecido na história como os khazares. A maioria dos judeus que vivem na Europa, Rússia, Israel e nos Estados Unidos são seculares (não acreditam em um Deus). The ones who are religious or have a belief in a god, practice what they call JUDAISM. As you can see from the definitions above, Judaism is the religion of the Jews, it is also a nickname for Jewish culture. Os que são religiosos ou têm uma crença em um deus, praticam o que eles chamam de judaísmo. Como você pode ver as definições acima, o Judaísmo é a religião dos judeus, é também um apelido para a cultura judaica. When Yah the Most High gave the laws to Moses (Moshe) on Mt.Quando o Altíssimo deu as leis para Moisés (Moshe), no Monte Sinai, he never once mention anything about Judaism.  Judaism is not of Yah, it is the creation of men who are inspired by Satan. Sinai, nem uma vez sequer ele mencionou alguma coisa sobre o judaísmo. Judaísmo não provem de Yah, é uma criação dos homens que são inspirados por poder e ganância. As Israelites our main goal is to return back to Yah our father, with all our soul, mind and heart.  The only way Israel can return, is to follow the only true path Yah has laid down for us.  If we take any other route then we are still on the path to destrucComo verdadeiros Ysraelitas nosso objetivo é voltar ao Eterno nosso pai, com toda a nossa alma, mente e coração. A única maneira de Israel poder voltar a suas origens é seguindo o único e verdadeiro caminho que Yah estabeleceu para nós, A Torá. Se tomarmos qualquer outra via estaremos ainda no caminho para a destruição.
Over the years in my Israelite Journey, often I come across Israelites who are new students to the truth.  Many of these brothers and sisters believe that we are to copy everything Jewish, they believe we are suppose to practice Judaism, wear the six pointed star, etc I don't blame them for their ignorance (Not Knowing), but after you have learned the truth, you must do betteAo longo dos anos em minha caminhada Ysraelita, muitas vezes me deparo com alguns Ysraelitas, que são os novos alunos da verdade. Muitos destes irmãos e irmãs acreditam que estamos a copiar tudo o que é judaico, isso faz parte de um processo comum aos que estão iniciando o processo de despertamento. In my walk with Yah, I have learned to stay away and do away with all things that are Jewish, and Christian for that matter.  Not because they are Jewish (alone) but because it is not from Yah, and it can cause confusion, which leads to destructionNa minha caminhada com Yah, eu aprendi a me distanciar de todas as coisas que são judaicas e/ou cristãs. Não faço isso simplesmente porque eles são judeus ou cristãos, mas porque não são de Yah, e isso pode causar confusão, que leva à destruição.
Before any hater of the truth reads this and try to make it seem as if I'm a racist.  I'm not, this subject is scriptural, all scriptures are from Yah, if you have a problem with this, take it up with the MasteAntes de qualquer inimigo da verdade, lê isso e tentar fazer parecer que eu sou um racista. Quero deixar bem claro que não sou, este é um assunto  bíblico, toda a escritura pertencem ao Eterno, se você tiver algum problema com isso, reclame com o autor das escrituras.
This page will explain why we as Israelites must not follow Jewish tradition. It's real simple, Jewish tradition is not from Yah the father.  I will point out a few of the traditions that Israelites fall into, believing they are doing right.            Este estudo visa explicar por que nós Ysraelitas não devemos seguir a tradição judaica. O judaísmo não pertence ao nosso pai Yah, observe o paralelo abaixo entre a tradição judaica e as santas escrituras.


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

As Leis Sanitárias de Moisés Vindicadas Pela Ciência Moderna



Por: Prof. Azenilto G. Brito

“Foi outrora proporcionado aos Hebreus um conhecimento incomum em matéria de medicina, por meio de seu profeta Moisés. Rudolph Virchow, conhecido como ‘pai da patologia moderna’, disse: ‘Moisés foi o maior higienista que o mundo já viu’. Dependendo de conhecimento revelado e destituído de equipamento científico, Moisés ensinou, em seus pontos essenciais, quase todos os princípios de higiene praticados hoje.

Entre eles encontramos a prevenção de doenças, desinfecção pelo fogo e pela água, controle epidêmico mediante denúncia e isolamento dos portadores de doenças contagiosas, seguida de completa desinfecção de todos os objetos possivelmente contaminados. O asseio pessoal era imposto, e obrigatório o sistema de esgoto, de maneira que o arraial dos Yisraelitas era asseado como o são as cidades modernas. Conquanto se provesse exercício físico, impunham-se freqüentes períodos de descanso e relax para evitar o excesso de trabalho”. – Dr. Owen S. Parrett, Diseases of Food Animals, p. 7 (Southern Publishing Assn., Nashville, Tenn., 1939). “Os hebreus eram antigamente o povo mais asseado, e mesmo hoje seus padrões antigos não dão muita margem para aperfeiçoamento.

O israelita tomava pelo menos um banho por semana, pois era-lhe ordenado fazer uma limpeza geral na véspera do Sábado. Se um doente cuspisse numa pessoa, esta tinha de banhar-se. (Lev. 15:8). Era obrigatório o banho para a pessoa que tocasse num cadáver, quer animal, quer humano”. – Charles D. Willis, “Moses and Medicine”, em Signs of the Times, 17 de abril, 1951, p. 6. “Moisés ordenou que todas as pessoas portadoras de doenças contagiosas fossem isoladas. Por certo que a ciência não pode aperfeiçoar esta praxe. Não só ao paciente era imposta a quarentena, mas a todos os que com ele tinham tido contato” – Ibidem. O estudo meticuloso dos escritos de Moisés revela conceitos médicos e princípios sanitários muito avançados em relação aos que prevaleciam em seus dias. Quanto à função do sistema circulatório: “A vida da carne”, escreveu ele, “está no sangue”. Lev. 17:11. O médico britânico Dr. Wm. Harvey (1578-1657) conseguiu pela primeira vez rastrear o sistema circulatório no organismo humano: O sangue é o veículo da vida. Essa descoberta é considerada um marco notável na ciência médica, entretanto o mesmo princípio já se achava incorporado no texto acima dos escritos de Moisés, há mais de 3.000 anos.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Contradições do "Novo" Testamento - 2ª Parte



Por Yossef Davah Ben Yisrael

Continuaremos analisando as contradições contidas no “novo testamento”

João 1:17

Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.

compare esse texto com as palavras do profeta Yeshua logo abaixo.

Mateus 5:17-18

17 Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.
18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.


Contradições do "Novo" Testamento - 1ª Parte



Por Yossef Davah Ben Yisrael

O novo testamento é um livro histórico que teria uma grande valia para a humanidade se a igreja católica não o tivesse adulterado no concilio de Cartago III em de 397 d.C., contradições do novo testamento é antes de qualquer coisa fruto de inúmeras pesquisas que tiveram em seu cerne o desejo de elucidar questões conflitantes do novo testamento, é preciso conhecer os fatos, e contemplar com os próprios olhos as loucuras inseridas nos escritos dos seguidores de Yeshua, só assim entenderemos por que em muitos textos os discípulos parecem ser pessoas não merecedoras de crédito, por se contradizerem inúmeras vezes. Na verdade os textos foram modificados pela igreja católica a mãe do cristianismo é isso que mostraremos a seguir, contradições, alterações textuais, e veremos ainda alguns equívocos interpretativos daqueles que se intitulam conhecedores das escrituras.
Que o Eterno Elohim nos conduza ao pleno conhecimento d’Ele.

1. Contradições sobre a Torá (Lei):

quarta-feira, 21 de julho de 2010

“NOVO TESTAMENTO” UM TRATADO ROMANO DE MENTIRAS






Pr. Yossef Leandro


A aproximadamente dois mil e dez anos nasci um homem que desde a infância é fascinado pelas Leis do Eterno e pela historia do seu povo que lhes eram ensinadas pelos seus pais, seu nome? Yeshua, um nome por sinal bastante comum entre os yisraelitas daquela época, ele cresceu e pregou essas Leis ao seu povo assumindo uma postura de Navi (profeta), muitos admiravam suas palavras outros porem as odiavam, pois elas revelavam o estado deplorável de afastamento em que o povo de Yisrael se encontrava totalmente amigado com Roma, coisa que o Eterno condenou. Yeshua morreu por amor a Torá, por não rejeitá-la e deixou saudades aos seus seguidores. Sua historia foi narrada pelos seus discípulos e passada nos Ketuvim (escritos), porem Roma transforma a bela historia desse homem no maior engano de todos os tempos, muito maior do que se pensa, foi ela, a igreja católica, quem adulterou os Ketuvim, transformando Yeshua em uma deidade, em um símbolo pagão de idolatria. É isso que veremos através desse pequeno compêndio histórico.
Desejo que a mão de Elohim nos conduza às nossas verdadeiras raízes, nos tornando assim verdadeiros Avrahamitas.


quarta-feira, 14 de julho de 2010

A verdadeira Identidade de Yisrael!





Por: Hebrew Israelites
Adaptado para o Português e Corrigido por: Yossef Chaim Ben Yisrael

Durante anos, os estudiosos, teólogos e arqueólogos têm debatido a resposta para a pergunta: "Como é que os antigos israelitas Eram fisicamente? Embora as escrituras e outros documentos históricos, mostrem várias evidências que confirmem a aparência física dos Yisraelitas. estas informações ainda são desconhecidas pela maioria das pessoas. A crença popular hoje entre os cristãos, os teólogos e estudiosos, é que o povo conhecido como "os judeus ashkenazim" são os descendentes diretos dos antigos Yisraelitas. Mas, isso pode ser comprovado sem sombra de dúvida?

A resposta é NÃO.

domingo, 11 de julho de 2010

E surge um povo!

Por: Yitzchak Ben Yossef

Às margens de uma metrópole, envolta pela opulência petroquímica e um complexo automotivo... surge um povo.
Um povo que tem suas origens no antigo oriente precisamente do rio do Egito ao grande Eufrates, das extremidades do deserto de Edom aos montes de Hor, uma região que é banhada ao oeste pelo Mediterrãneo e agraciada por ser o berço da existência humana. Um povo guerreiro que fez do terrível deserto um cúmplice, da escuridão da pele uma marca e da determinação uma bandeira empunhada ante as vozes estrondosas que se comportam como verdadeiros Shofarot prontos a romperem quaisquer muralhas.
Um povo em que cujas mulheres são talhadas para o trabalho e doçura, pela brônzea resistência física e sensibilidade maternal. Mulheres sábias plenamente conscientes de sua importância e certas de sua primazia em quaisquer assuntos. Senhoras de seus desejos e sonhos. Que trazem ao ventre a perpetuação de uma nação.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Quem Foi Avraham (Abraão)?

Compilado Por Yossef Davah ben Yisrael.

Avraham foi um homem muito resoluto, muito amigável, cuja razão de existir era provocar uma revolução social. Ele fez a primeira canja de galinha da história, oferecendo comida grátis e grande orientação moral a todos que a ele chegavam. Foi um líder. Era um lobo solitário, escritor e palestrante sobre motivação. Acreditava em si mesmo; acreditava nas pessoas. Acreditava em Elohim. Acreditava em mudança; acreditava no mundo. Acreditava em mudar o mundo. Foi também o primeiro Ivrim (Hebreu). Aos três anos, o pequeno Avram (Elohim mudou-lhe o nome mais tarde) era esperto demais. Cresceu na antiga Mesopotâmia (atualmente Iraque/Kuwait), onde havia muita idolatria à sua volta - na verdade, o pai de Avram, Terach, tinha uma loja de ídolos. Porém Avram fez a pergunta lógica que todos fazemos quando crianças: "De onde eles vêm?" Tentou então entender a vida. Pensou que o sol criasse o mundo - afinal, é grande, poderoso e dominador. Mas o sol não está ali durante a noite, percebeu Avram - então talvez seja a lua. Mas a lua sumia durante o dia. Avram contemplou as estrelas, montanhas, vales, oceanos, rios, planícies, céu e terra, as pessoas levando vidas conturbadas e o espaço que cercava isso tudo, e por fim concluiu que deveria haver uma Inteligência Superior por detrás deste cenário. Quando Avram tornou-se adulto, fez algo revolucionário. Terach deixou Avram tomando conta da loja certa manhã... E ao voltar encontrou cada uma das estátuas de pedra transformada em cacos - exceto uma. Este indivíduo grande ainda estava de pé no centro do caos, segurando uma marreta em sua mão de pedra.
"Avraaaaaam!" gritou Terach. "Quem fez isso?”
“Foi ele!" - sorriu Avram.
“Quem?"

"Ele. Aquele ali no meio. Segurando o martelo. Não está vendo?"
Terach olhou para o filho. Avram olhou de volta. Passaram-se alguns segundos, longos e silenciosos. "Avram" - finalmente Terach suspirou - "Ele é uma estátua! Não pode mover-se - não pode fazer coisa alguma! Eu o fiz, com minhas próprias mãos!”
“É exatamente aí que quero chegar" - respondeu Avram.

Desnecessário dizer, Terach tinha muito sobre o que refletir.
As idéias de Avram faziam sentido demais para o déspota rei, Nimrod, que se considerava Mestre do universo. Ele não conseguiu aceitar isso. "A sociedade poderia adorar ao Etern- e não a mim!" uivou ele, e tentou livrar-se de Avram atirando-o publicamente num enorme incinerador. Mas o Etern- limpou um espaço livre do fogo por detrás das chamas, e três dias depois, de lá pulou Avram, sorrindo até as orelhas. Mesmo assim, Avram e seu recém-conquistado pai Terach viram-se forçados a fugir por causa de suas crenças. Juntaram seus pertences e viajaram mil quilômetros rumo oeste, onde hoje é Israel, passando cinco anos de residência temporária em Charan (uma antiga cidade localizada a nordeste da atual Síria), onde o talento de Avram como escritor e orador atraiu multidões.
O Etern- então fez com que ele migrasse para uma terra distante e o fez andar sobre a sua extensão que vai do rio Nilo ao rio Eufrates, para simbolicamente declarar sua posse, como Elohim havia lhe prometido:
“Esta terra irá para teus filhos." (Gn 15:18). Avraham passou o restante de sua vida aperfeiçoando seu relacionamento com O Etern-, e cuidando de sua estalagem à beira da estrada, onde servia excelente comida e ensinava tudo sobre monoteísmo aos viajantes: a crença no Único Elohim. Entre sua esposa Sarah e sua concubina Hagar, teve oito filhos, os mais importantes sendo Ishmael, e Yitzchak, seu herdeiro e Segundo patriarca do povo Ivrim (Hebreu). Quando Avraham morreu, aos 175 anos, era feliz, rico e estava em paz, sendo sepultado em Hebron, próximo a Sarah. Avraham é o pai do povo Ivrim (Hebreu). Como tal, Elohim abençoou-o em diversas ocasiões com inumeráveis descendentes, e garantiu que tivessem a sobrevivência eterna com o Pacto entre as Partes, um encontro entre Elohim e Avraham no qual Avraham pôde ver de forma sobrenatural o futuro Yisraelita até o fim dos tempos.
Quais são os pontos altos da vida de Avraham?
1 - Dez Passos para a Perfeição
O Etern- deu a Avraham dez imensos desafios para manter e fortalecer seu compromisso com suas crenças no decorrer de toda sua vida. Avraham superou a todos, firme e fortalecido. São eles:
1 - deixar seu local de origem em busca de um destino desconhecido.
2 - suportar a fome sem questionar O Etern-.
3 - ter Sarah levada pelo faraó egípcio.
4 - derrotar sozinho as forças de quatro reis.
5 - tomar Hagar por mulher.
6 - realizar a circuncisão em si mesmo.
7 - ter Sarah levada pelo rei filisteu.
8 - expulsar Hagar.
9 - expulsar seu querido filho Ishmael.
10 - quase sacrificar seu amado filho Yitzchak (missão da qual foi impedido pelo anjo, na última hora).

2 - Viagens
Sendo um revolucionário, Avraham passou muito tempo na estrada. Esquivou-se da ira de Nimrod mudando para Charan, depois de Charan para Israel, e migrando para o antigo Egito devido à escassez. Desta forma Avraham encontrou muitas oportunidades de encontrar pessoas novas e influenciá-las.

3 - Cronologia básica
Avraham nasceu em 1813 AEC. Faleceu em 1638 AEC.
Eis os fatos mais importantes neste intervalo:
1810 AEC (3 anos) – Recusa-se a acreditar em ídolos
1788 AEC (25 anos) – Casa-se com a sobrinha Sarah
1765 AEC (48 anos) – Reconhece o conceito do Elohim Único
1761 AEC (52 anos) – Destrói os ídolos de Terach, sobrevive à fornalha
1761 AEC (70 anos) – Deixa a Mesopotâmia com a família
1743 AEC (75 anos) – Primeiro contato com o Etern-, muda-se para Israel
1737 AEC (76 anos) – Vai ao Egito com Sarah e a família, devido à fome; Sarah é levada ao palácio do faraó, que juntamente com sua equipe contrai doença inexplicável. O faraó devolve Sarah a Avraham, envia junto Princesa Hagar, expulsa-os do país; Avraham e sua turma retornam a Israel.
1727 AEC (86 anos) – Toma Hagar como mulher, nasce Ishmael.
1713 AEC (99 anos) – Circuncisa a si próprio, seus alunos e Ishmael; Elohim os renomeiam como Avraham e Sarah; é visitado por três anjos que prometem um filho a ele e Sarah dentro de um ano.
1712 AEC(137 anos) –Tenta sacrificar Yitzchak por Provação de Elohim, o anjo ordena-lhe que pare; Sarah morre, é sepultada no terreno em Hebron comprado por Avraham.
1672 AEC (140 anos) – Envia o fiel mordomo Eliezer para encontrar uma esposa para Yitzchak; Yitzchak desposa Rivca.
1653 AEC (159 anos) – Nascem Yaacov e Essav, filhos de Yitzchak e Rivca.

Assim como Avraham foi perseguido por sua crença, o povo Ivrim Hebreu, é perseguido nos dias atuais. Odeiam-nos pela nossa fé no Único Elohim, nossa confiança na Torá e nosso amor por esse Elohim.
Devarim (Deuteronômio) 6:4-5 - Ouve, Israel, o Adonay, nosso Elohim, é o único Adonay. Amarás, pois, o Adonay, teu Elohim, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.
I Timóteo 2:5 - Porque há um só Elohim e um só mediador entre Elohim e os homens, Yeshua Ha-Mashiach, homem.

Baruch Ata Adonay Elohenu Echad!